terça-feira, 25 de abril de 2017

3 dias em Santorini - Lugar Único!



          Chegou o esperado dia em que partiríamos rumo às famosas ilhas gregas! Depois de passar alguns dias na Grécia Continental e conhecer Atenas, esse seria o destino escolhido para o dia em que comemoramos nossos 10 de casados!! :-)  Não teria melhor escolha, Santorini é incrível! 
         Estávamos em Atenas, acordamos cedo e saímos do hotel a pé com nossas malas até a Praça Sintagma, bem perto do nosso hotel. Compramos o bilhete duplo do metrô para o aeroporto de Atenas por 14 euros. O percurso é bem rápido, o metrô saiu 8h08min e chegou ao aeroporto 8h50min. Em nossa opinião é a melhor forma de chegar e sair do aeroporto de Atenas até o centro da cidade, pois é uma opção barata, rápida, confortável e segura. O terminal do metrô é conectado ao aeroporto. Fizemos o check-in do nosso vôo para Santorini (Σαντορίνη) e entregamos nossas bagagens no guichê da Aegean Airlines. Já havíamos comprado nossa passagem há alguns meses pela internet. Durante o verão é essencial comprar as passagens com muita antecedência, pois à medida que se aproxima a alta temporada as passagens vão ficando mais caras e mais raras. O valor também varia de acordo com o horário escolhido e com a quantidade de bagagens. Nós pagamos 239 euros por duas passagens, já incluídas as taxas e 1 mala por pessoa (€30). O embarque estava previsto para 09h50min, mas só embarcamos 10h15min. O voo saiu 11h12min e chegou em Santorini às 11:46.
           Para chegar em Santorini também tem a opção de ir de barco ou ferries, que é uma opção normalmente mais barata e com maior duração. Abaixo estão algumas das empresas que fazem os percursos entre nas ilhas gregas.

Blue Star Ferries www.bluestarferries.com

Hellenic Sea Ways www.hellenicseaways.gr

Sea Jets www.seajets.gr   

           

 

      Como compramos com antecedência e depois faríamos outros percursos de Ferrie, então optamos por chegar rapidinho em Santorini, aproximadamente 30 minutos. 

           O aeroporto de Santorini é bem pequeno e fica bem lotado, principalmente nessa época do ano. É importante planejar com antecedência o traslado do aeroporto para o hotel, pois a fila para pegar um táxi era gigantesca! Antes da viagem, já havíamos reservado um carro na Vazeos Rental Car e no desembarque o funcionário da VazeosCars já estava nos esperando e nos levou até Oia. Foi ótimo! Realmente não vale a pena pegar Táxi e ficar esperando na fila, no calor e com malas..

           Paguei 45 euros por dia no aluguel de um veículo simples, mas acabei recebendo um outro veículo melhor do que eu havia pedido! Um outro ponto interessante é o seguinte: em Santorini (e nas ilhas gregas em geral) as estradas são muito estreitas e a maior parte delas é de mão dupla. Além disso, no verão as estradas estão sempre movimentadas e muitas delas passam na beirada de precipícios! Então todo o cuidado é pouco na hora de dirigir. Para quem não tem muita segurança não sei se vale muito a pena se arriscar. Mas de forma geral basta algum tempo para se acostumar com o estilo do trânsito de Santorini.

  
            Santorini possui duas cidades mais conhecidas: a capital, Thira (Θήρα), e a cidade de Oia (Οία), que fica mais ao norte da ilha e é famosa por suas casinhas brancas nas encostas. Ficamos hospedados em Oia e o caminho para o hotel já foi um passeio à parte! Fomos recebidos na entrada da cidade pelo funcionário do hotel Atrina Canava que nos levou até a recepção. O Atrina fica bem próximo da entrada da cidade e demos sorte porque a locadora de carros tem um estacionamento próprio bem atrás da rua do hotel, o que facilitou muito a nossa vida, já que não é fácil encontrar vagas por ali! 
         O hotel Atrina Canava é incrível! Seus quartos são localizados em antigas cavernas escavadas na rocha. Originalmente o local era utilizado para a produção de vinho, mas com o passar dos anos a família começou a investir no ramo hoteleiro. A diária não é barata, mas escolhemos ficar ali já que comemoraríamos nossos 10 anos de casados na ilha.  Esse hotel merece um post à parte!! ;-)

Nosso quarto no Atrina Hotel - Oia - Santorini

        Bom, como planejamento de nossas férias, decidimos ficar em um hotel melhor e aproveitar tranquilamente nossos dias em Santorini, já que depois iríamos para mais 3 ilhas e daria para curtir muita praia!! Então vou colocar abaixo o que fizemos em nossos 3 dias em Santorini, lembrando que o nosso foco era curtir aquela vista maravilhosa, o silêncio incrível e o nosso hotel. 

 

Foram dias incríveis! Se quiser mais detalhes dos nossos dias por lá é só seguir lendo o post com o diário do que fizemos em Santorini. Caso tenham alguma dúvida ou comentário é só deixar aqui com a gente! :-)

 Chegada em Santorini - 13/07/14
  
            Após conhecermos nosso quarto, saímos para almoçar na avenida principal da cidade. Na verdade a “avenida” nada mais é que um calçadão que cruza toda a cidade de Oia. Almoçamos no restaurante Skala, que oferece uma belíssima vista do mar, boa comida e ótimos preços (€23 para 2 pessoas). Passeamos um pouco pela cidade de Oia, tomamos um sorvete com karidopita (καρυδόπιτα – torta de chocolate e nozes) e voltamos para o hotel.


         Descansamos por um tempo, experimentamos a piscina e depois voltamos para o centro de Oia para acompanharmos o por do sol. 


           A região fica superlotada, já que o pôr do sol de Oia é mundialmente famoso! O lugar mais disputado é a ruína de um antigo castelo, onde as pessoas se penduram nos antigos muros para terem uma boa visão! Conseguimos nos encaixar em um bom lugar e pudemos testemunhar que o evento realmente é de tirar o fôlego!

       Tiramos várias fotos e logo depois que anoiteceu fomos surpreendidos por uma belíssima lua cheia! Exatamente naquele dia aconteceu o fenômeno conhecido como “superlua”!  Uma dica sobre as ilhas gregas, especialmente sobre as que conhecemos (Santorini, Milos, Paros e Mykonos): durante o dia faz bastante calor, mas o vento refresca bem. À noite esfria um pouco, então para os mais friorentos vale a pena levar um casaco bem leve ou um chale.




             Muitos noivos costumam aproveitar o lindo pôr-do-sol de Santorini e fazer lindas fotos sobre os telhados das "casas" e hotéis de Oia. Não é raro ver as noivas prontas passando por ali. Mas realmente são recordações incríveis desse momento especial!

            Depois de mais algumas fotos, pegamos uma pizza (€9) e fomos comer no hotel para tentarmos assistir à final da copa do mundo entre Argentina e Alemanha. Como no hotel não pegava o canal, jantamos e depois saímos procurando um lugar. Acabamos assistindo ao jogo em uma padaria! O engraçado é que nós estávamos torcendo para que a Alemanha ganhasse dos argentinos, mas os gregos aparentemente odeiam os alemães e estavam torcendo com todas as forças pela Argentina. Na dúvida ficamos bem quietos, só assistindo ao jogo e no final a Alemanha acabou vencendo por 1x0.

                Lá na ilha, faz muito calor durante o dia, mas à noite tem um ventinho mais geladinho. Então para as mulheres é sempre bom ter um lenço ou um casaquinho. Lembrar antes de sair para jantar! Rs Para os homens mais friorentos é bom levar um casaquinho fino também! :-)

14/07/14 - SANTORINI
- Santorini (Σαντορίνη) 

         Acordamos e ligamos para a recepção do Atrina Canava Hotel pedindo o café da manhã. O café é servido na mesa que fica em frente a cada quarto. É uma experiência incrível poder começar o dia fazendo uma refeição com aquele visual incrível!

          Hoje o roteiro seria conhecer as principais praias de Santorini. Começamos pela praia de Perissa, que fica bem ao sul da ilha. A praia é bonita, fica bem ao lado de um grande monte, mas o que mais chama a atenção é a “areia”: na verdade, o chão da praia é formado por pedras negras vulcânicas. A praia conta com uma boa estrutura, com guarda-sóis e espreguiçadeiras disponíveis para aluguel (€7 para duas pessoas). A rua em frente à praia tem várias lojas e restaurantes, que servem refeições na praia.

           Finalmente, após 6 dias na Grécia, finalmente tivemos nossa primeira oportunidade de entrar no Mar Egeu! A água não era morna, mas tinha uma temperatura agradável. Nessa praia em particular a água não estava muito cristalina, talvez por conta do excesso de águas marinhas.
          Almoçamos sanduíches de frango com batatas na praia (€16 para 2 pessoas) e por volta de 14h fomos conhecer Akrotiri, um sítio arqueológico que fica bem perto de Perissa.
        O passeio em Akrotiri (€10 para 2 pessoas) dura pouco mais de 1 hora e é obrigatório para os que gostam de história e muito recomendado para quem não gosta também! A cidade pertencia à civilização minoica e por volta do 2º milênio a.C. foi soterrada por uma grande explosão do vulcão de Santorini. Por conta disso, a cidade ficou incrivelmente bem conservada e ainda hoje é possível ver várias construções em ótimo estado de conservação, algo semelhante com o que aconteceu na cidade de Pompéia na Itália. O melhor é que foi construída uma estrutura sobre a cidade para preservá-la, de forma que todo o passeio é feito nessa estrutura coberta e climatizada. É uma experiência inexplicável poder caminhar inclusive entre os prédios dessa cidade de mais de 4 mil anos!



           Seguimos para conhecer a Red Beach ou Praia Vermelha (Kokkini - Κόκκινη παραλία). O acesso à praia é um pouco difícil, pois temos que deixar o carro em um estacionamento e caminhar por uma trilha até o local. A praia não é das melhores para entrar na água, o mar é bastante agitado, mas o visual é impressionante! A praia fica em frente a grandes falésias de terra vermelha vulcânica. Inclusive existem diversos avisos no local sobre o risco de desabamento de partes desses paredões e realmente é possível ver várias partes que caíram.



           No caminho de volta para o hotel passamos em um supermercado Carrefour para comprarmos alguns lanches e água. Aproveitamos um pouco a piscina e depois fomos assistir novamente ao por do sol em Oia. Jantamos no Skala um moussaka (μουσακάς) e um souvlaki (σουβλάκι) e voltamos para o hotel.  





                      Mais uma linda noite em Santorini! Nada como ficar caminhando pelas ruelas de Oia, com aquelas luzes baixas que dão um clima super romântico. Lá não tem postes, as luzes são embutidas nas muretas baixas da cidade! Lembrando sempre do chale à noite para enfrentar o vento frio. :-)

15/07/14 - SANTORINI

             Começando nossa manhã com nosso café da manhã na varanda... Já algo especial e inesquecível! E para comemorarmos esse dia especial, em que completamos 10 anos de casamento, decidimos fazer um passeio de barco por Santorini. Antes da viagem já havíamos pesquisado bastante sobre as opções de passeio e decidimos fechar com a empresa Caldera´s Boat (http://santorini-sea-excursions.com/). O nosso passeio (€100 para 2 pessoas)  de aproximadamente 6 horas de duração começava à tarde em um barco chamado Afroditi que saía do Porto de Thira Antiga e incluía uma visita ao vulcão (Nea Kameni e Palea Kameni), uma parada para nadar nas águas termais, um jantar e finalmente acompanharíamos o pôr do sol ao norte de Santorini.


              De manhã, fomos de carro até Thira Antiga e após rodarmos alguns minutos conseguimos estacionar o carro próximo à cidade. É muito complicado encontrar vagas essa época do ano e temos que tomar muito cuidado pra não deixarmos o carro em local proibido. Almoçamos gyros (€8,60 para 2 pessoas) em uma lanchonete e passeamos um pouco pela cidade. Para descermos até o Porto de Thira Antiga havia 3 opções: teleférico, transporte em burros ou à pé. Decidimos descer a longa escadaria para sabermos como era e nos arrependemos! A descida é longa e o sol escaldante não colabora. Além disso, temos que dividir o caminho com os grupos de burros que sobem e descem levando turistas, então dá pra imaginar o cheiro e a sujeira no caminho!


                Foi bem fácil identificar o nosso barco pelo nome e embarcamos praticamente no horário marcado (15h00min). O barco é razoavelmente grande e confortável.

Possui ambiente interno e externo e uma área externa superior. A primeira parada seria na ilha de Nea Kameni (Νέα Καμένη), onde visitamos a caldeira do vulcão. O local é uma espécie de parque e temos que pagar 1 euro por pessoa para entrar. A caminhada é longa e um pouco cansativa, mas vale pela experiência de chegar bem perto da “boca” de um vulcão de verdade! É possível sentir o calor e o forte cheiro de enxofre ao se aproximar da Caldeira.



              Em seguida o barco parou próximo à ilha de Palea Kameni (Παλαιά Καμένη), onde quem quisesse poderia mergulhar nas águas quentes, geradas pela atividade vulcânica no local. Após algum tempo parado, o barco seguiu para a ilha de Thirásia (Θηρασία). Ao chegarmos em frente a Thirasia o barco parou e foi servido um ótimo jantar, por volta de 18:30 (buffet com salada, arroz, batata e carne de frango e porco e vinho incluídos/refrigerantes à parte). Por fim, retornamos até a orla de Santorini e o barco seguiu até a altura de Oia, onde pudemos contemplar um pôr do sol incrível! 





Retornamos ao Porto de Thira antiga às 21h00min e dessa vez subimos para a cidade pelo bondinho (€10 para 2 pessoas). Encerramos a noite brindando nossos 10 anos de casados em frente ao belo Mar Egeu!


16/07/14- SANTORINI - MILOS

            Último dia em Santorini! Aproveitamos a manhã na piscina do hotel e depois de arrumarmos nossas coisas deixamos as malas na recepção do hotel para podermos almoçar e caminhar pela última vez pelas ruas de Oia. Mais uma vez vale ressaltar o atendimento excepcional que tivemos no Atrina Canava Hotel. Eles foram muito solícitos em permitir que fizéssemos o check-out às 14h00min (o normal seria 12h00min) e ainda deixássemos as malas na recepção. As donas do hotel são muito simpáticas e atenciosas e os funcionários são muito bem treinados para nos atender da melhor forma possível.


            Nosso ferry boat para a ilha de Milos (Μήλος) estava marcado para 18h00min, saindo do Porto novo. Abastecemos e devolvemos o carro alugado no próprio estacionamento do porto. Na verdade, não havia ninguém para receber, a orientação era de que deixássemos o carro aberto e a chave embaixo do tapete do motorista! Coisa impensável no Brasil!


Esse é um dos reutaurantes famosos na ilha. Acabamos não comendo lá! :-)



           Esperamos por um bom tempo no porto. O lugar é uma zona completa! São viajantes para todo o lado e é preciso ficar bem atento para saber o local de onde seu ferry boat irá sair. Embarcamos às 18:20 no barco da SeaJets (seajet2), um ferry de alta velocidade e a previsão de tempo de viagem era de 1h55min. Aqui vale mais uma dica de viagem: é essencial comprar as passagens dos ferries com antecedência, para garantir a viagem no dia e hora desejados. Existem várias empresas de ferries atuando entre as ilhas e é possível comprar os bilhetes pela internet. De Santorini para Milos nós pagamos 105 euros nas passagens para 2 pessoas. Com o voucher em mãos, é necessário se dirigir à loja física da empresa (normalmente fica no próprio porto ou no centro da cidade) e fazer a emissão das passagens com pelo menos 1 hora de antecedência.
 
            O interior do Ferry Boat é bem confortável. Nesse trecho os bilhetes vinham com lugar marcado, o que causou um certo tumulto no início, já que algumas pessoas sentaram em lugares aleatórios. Durante a viagem conhecemos um casal de brasileiros de São Paulo, que moravam na França e que estavam passando as férias na Grécia.



Nos despedimos já cheios de saudade dessa ilha incrível!